Como se deve preparar para os tratamentos

O doente que enfrenta um tratamento para o cancro do pulmão deve estar informado das suas consequências para que possa lidar melhor com elas e, sempre que indicado, alertar a equipa de saúde que o acompanha.

É possível que o corpo sofra algumas mudanças físicas, como o surgimento de cicatrizes, cansaço, alterações intestinais ou cutâneas, perda de cabelo, perda de peso, etc.

Além disso, o stress causado pelo diagnóstico desta doença também pode originar problemas psicológicos.

Nos momentos anteriores ao início do tratamento, pode ser muito reconfortante para o doente apoiar-se na sua família e nos seus amigos. Partilhar os receios e as angústias com terceiros pode aliviá-lo de algumas preocupações.

Por seu lado, os familiares e amigos devem ter em consideração e respeitar que o doente talvez precise de tempo para refletir a sós sobre o que lhe está a acontecer, especialmente sobre as etapas que terá de enfrentar e superar.



Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Merck Sharp & Dohme Corp.,uma subsidiária da Merck & Co., Inc. Kenilworth, NJ, USA, conhecida fora dos EUA e Canadá como MSD. Os conteúdos disponibilizados nesta página
Web são informação de carácter geral e não substituem em nenhum caso as consultas, tratamentos ou as recomendações do seu médico. ONCO-1250257-0000 03/2018