cancro da cabeça e pescoço - cancro online

Malnutrição

Os doentes com cancro da cabeça e pescoço têm um risco elevado de malnutrição. Tanto o cancro, como a má alimentação anterior e complicações do tratamento podem levar a problemas de nutrição. Podem perder a vontade de comer por náuseas, vómitos, dificuldades em engolir, dor ou boca seca.

Para ajudar a que o doente se alimente de forma adequada:,

  • Servir comida cortada em pedaços pequenos, moída ou liquefeita, para encurtar o tempo que é necessário antes de engolir
  • Fazer pequenos lanches entre as refeições para aumentar calorias e nutrientes;
  • Comer alimentos ricos em calorias e proteínas.

Consultar um nutricionista pode ajudar durante e após o tratamento.

Durante a radioterapia, muitos doentes só conseguem comer alimentos moles. Com a continuação do tratamento, adicionam líquidos ricos em proteínas e calorias.

Alguns doentes podem necessitar de ser alimentados através de sonda introduzida no estômago ou intestino delgado. Quase todos os doentes com cancro da cabeça e pescoço tratado com quimioterapia e radioterapia em simultâneo durante 3 a 4 semanas necessitam de sonda.

Quando termina o tratamento e a área que foi irradiada cicatrizou, retoma-se a alimentação pela boca. A maioria dos doentes vai poder comer alimentos sólidos, muitas vezes com complicações como alterações do paladar, boca seca e dificuldade em engolir.

msd Com o apoio de: Associação de enfermagem oncológica Portuguesa Associação Portuguesa de Luta Contra o Cancro Associação Portuguesa de Urologia Europacolon Portugal – Apoio ao Doente com Cancro Digestivo Grupo Português Génito-Urinário Liga Portuguesa contra o cancro Sociedade Portuguesa de Anatomia Patológica