cancro da bexiga - cancro online

O que é o cancro da bexiga

Entre os mais de 200 tipos de cancro, o cancro da bexiga (também descrito como carcinoma urotelial) é o 5º mais frequente no mundo ocidental atingindo homens em 2/3 dos casos. Apesar de não ser uma doença rara, é muito pouco falada e discutida.

Icon pessoa

3-4 vezes mais frequente nos homens

Icon tabaco

Maioria dos doentes são fumadores ou ex fumadores

Icone laço

Tipo de cancro muito oneroso

Icone calendário

Sem grandes avanços nos últimos 30 anos

O cancro da bexiga, é um tipo de cancro que se inicia no revestimento interno da bexiga que é uma membrana mucosa (urotélio de células de transição).

A terminologia de carcinoma urotelial pode aplicar-se não só à bexiga como também à pélvis renal, ureteres e uretra sendo a localização predominante razão 50:3:1 respectivamente.

Cancro da Bexiga (Carcinoma Urotelial)

A maioria dos doentes diagnosticados tem mais de 60 anos como esclarecimento das causas da hematúria (sangue na urina) utilizando exames como a ecografia, cistoscopia (utilização de pequeno aparelho que permite a observação da bexiga através da uretra), citologia urinária entre outros.

Aproximadamente 1 em cada 10 cancros da bexiga encontra-se num estádio avançado no momento do diagnóstico, comprometendo os resultados dos tratamentos e tendo por isso um pior prognóstico.

Cancro da Bexiga - Estádios

O cancro da bexiga é um dos 10 tipos de cancro mais comuns em todo o mundo e, em Portugal, estima-se que sejam diagnosticados anualmente 1.900 novos casos. É um tipo de cancro muito oneroso e nos últimos 30 anos não teve grandes avanços no seu tratamento.

Sintomas

Os sintomas mais frequentes podem incluir:

  • Sangue na urina é o sintoma mais frequente (4 em cada 5 pessoas, 80% com cancro da bexiga avançado apresentam sangue na urina);
  • Problemas a urinar (necessidade de urinar frequentemente, dor durante a micção);
  • Outros (dores abdominais ou lombares e perda de peso inexplicável).

Cancro da Bexiga - Sintomas

Diagnóstico

No diagnóstico entre 75% a 85%  dos doentes tem doença não músculo invasiva e 5% tem doença metastática.

O seu médico para fazer o diagnóstico irá avaliar a  sua História Clínica e poderá pedir exames como a citologia urinária, uma cistoscopia, uma biópsia e exames de imagem como ecografia, TAC ou ressonância magnética.

Cancro da Bexiga - Exames de diagnóstico

A cistoscopia é um exame onde o urologista coloca uma sonda fléxivel através da uretra para visualizar a bexiga o aparelho que utiliza chama-se cistoscópio.

PT-KEY-00418 12/2020

msd Com o apoio de: Associação de enfermagem oncológica Portuguesa Associação Portuguesa de Luta Contra o Cancro Associação Portuguesa de Urologia Europacolon Portugal – Apoio ao Doente com Cancro Digestivo Grupo Português Génito-Urinário Liga Portuguesa contra o cancro Sociedade Portuguesa de Anatomia Patológica