cancro da bexiga - imunoterapia

O que pode acontecer após um tratamento
com imunoterapia

O seu tratamento será administrado por via intravenosa por um profissional habilitado em ambiente hospitalar. Os intervalos de tempo entre cada administração vão variar de acordo com o medicamento que está a tomar, sendo o intervalo mais frequente entre 2 a 3 semanas, e sempre que o seu médico considere necessário. Saiba mais aqui sobre o que pode acontecer após um tratamento com imunoterapia.

Os efeitos adversos

Tal como qualquer outro tratamento, existem possiveis efeitos adversos associados. É importante estar alerta para os sintomas

  • Os efeitos adversos podem ser diferentes dos esperados com a quimioterapia e podem ser tratados de forma diferente do que está habituado
  • Quanto mais cedo identificar um sintoma como possível efeito adverso, mais cedo poderá ser tratado
  • Fale com o seu médico ou enfermeiro caso tenha algum sintoma que o incomode e seja persistente

Saiba mais aqui sobre os efeitos adversos que podem acontecer após um tratamento com imunoterapia.

msd Com o apoio de: Associação de enfermagem oncológica Portuguesa Associação Portuguesa de Luta Contra o Cancro Associação Portuguesa de Urologia Europacolon Portugal – Apoio ao Doente com Cancro Digestivo Grupo Português Génito-Urinário Liga Portuguesa contra o cancro Sociedade Portuguesa de Anatomia Patológica