cancro da cabeça e pescoço - cancro online

Cancro da Orofaringe

O cancro da orofaringe é uma doença em que as células cancerosas se formam nos tecidos desta área. Fumar ou ter infecção por vírus do papiloma humano (HPV) podem aumentar o risco de cancro da orofaringe. Os sinais e sintomas de cancro da orofaringe incluem um alto no pescoço e dor na garganta.

Para detectar, diagnosticar e estadiar cancro da orofaringe são usados testes que examinam a boca e garganta. Alguns factores afectam a probabilidade de recuperação e as opções de tratamento.

A maioria dos cancros da orofaringe são carcinomas de células escamosas, relacionados com as células que revestem o interior da orofaringe. Por vezes surgem ao mesmo tempos mais do que um cancro, na orofaringe e outras partes da boca, nariz, faringe e laringe, traqueia ou esófago.

Os fatores de risco mais frequentes para o cancro da orofaringe incluem:

  • Ter fumado mais que 10 Unidades Maço Ano (equivalente a ter fumado um maço de cigarros por dia durante mais de 10 anos);
  • Antecedentes de cancro da cabeça e pescoço;
  • Consumo acentuado de álcool;
  • Ter infecção por virus do papiloma humano (HPV), especialmente HPV tipo 16.

Por vezes o cancro da cabeça e pescoço no início não causa sinais e sintomas. Os sinais e sintomas de cancro da orofaringe incluem um alto no pescoço e dor de garganta.

Estes e outros sinais e sintomas tanto podem ser causados por cancro como por outras doenças:

  • Uma dor de garganta que não passa;
  • Dificuldade em engolir;
  • Dificuldade em abrir totalmente a boca;
  • Dificuldade em mover a língua;
  • Perda de peso sem razão aparente;
  • Dor de ouvidos;
  • Um alto na parte de trás da boca, garganta ou pescoço;
  • Uma mancha branca na língua ou revestimento da boca que não desaparece;
  • Tossir sangue.

Para auxiliar a deteção, diagnóstico e estadiamento do cancro da orofaringe são utiizados testes que examinam a boca e a garganta.

A probabilidade de recuperação ou cura e opções de tratamento dependem de:

  • Se o doente tem infecção por HPV da orofaringe;
  • Se o doente tem história de ter fumado 10 ou mais Unidades Maço Ano;
  • Estadio do cancro;
  • Número e tamanho dos gânglios linfáticos com cancro;
  • Manter tão normal quanto possível a capacidade de engolir e falar do doente;
  • Estado geral de saúde.

Os doentes com cancro da orofaringe têm risco aumentado de outro cancro na cabeça e pesoço. Este risco é maior se os doentes continuam a fumar ou a beber bebidas alcoólicas depois do tratamento.



Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Merck Sharp & Dohme Corp.,uma subsidiária da Merck & Co., Inc. Kenilworth, NJ, USA, conhecida fora dos EUA e Canadá como MSD. Os conteúdos disponibilizados nesta página
Web são informação de carácter geral e não substituem em nenhum caso as consultas, tratamentos ou as recomendações do seu médico. ONCO-1250257-0000 03/2018